sábado, 27 de agosto de 2011

 

Passeio na Betânia:com tia Ilda e tia Marisa

  Estive passeando com minhas tias.
Betânia é a Fazenda de tia Marisa. A casa é simples, mas de muito bom gosto.
 Mesmo com este tempo seco ainda vimos muitas flores!
 Um coqueiro que balançava com o vento.
 Flores que a gente vê nas revistas, mas aqui cresceram com  a harmonia da natureza
 Tantas flores secas, mas ficaram bonitas assim mesmo!
 Esta rosinha está esperando a chuva que não chega!
 Esta branca desfolhando nos lembra do tempo que existe entre a juventude e a velhice.
 Estas miudinhas parece com um tapete de bordado.
 E este toquinho? Amei assentar nele.
 E o abacate! Tinha tantos que logo penso que os frutos ficarão maduros!
 E esta flor amarela! Todas as flores mas em especial esta alegrava o quintal.
 Lá não existe cachorros, nem galinhas, mas tem uma quantidade enorme de cabaças com chamativos para os pássaros!
 E esta mimosa flor! Sua cor é espetacular!
 Esta ninguém consegue coloca-las em jarras, pois não durariam nem um minuto.
 E que encanto a pequena cadeirinha encostada na porta!
 E esta  cama pequenina! Me lembrou os tempos de criança!
 
E vejam as artistas principais: Tia Hilda, tia Marisa e eu no meio delas.
Quem tirou foi a acompanhante de tia Marisa!
Estas tias muito queridas são casadas, uma com o irmão de meu pai e a outra com um primo de papai.
Ambas tem lindas histórias de adoção.
Uma hora eu conto!
Só digo que estas mamães amaram muito para poder adquirir primos que considero muito além do sangue.
Primos que nos cativam pela graça de saber que foram educados por  grandes mulheres.
Tia Marisa,  hoje viuva, foi a primeira tia a nos levar, numa cidade praiana onde morava , para tomarmos cerveja.Fiquei de pilequinho deitada na areia!
Tia Hilda, foi a tia que sempre nos proporcionou momentos alegres em todos os lugares por onde nos encontravamos.
Nesta semana mesma, foi em sua casa que fiquei. Engordei um tantão de quilinhos comendo pão de queijo e uma comida caseira feita em fogão de lenha.
Pena que o tempo acabou!
Peço perdão por ainda não aparecer nos comentários.
Estou com visita!

Comentários:
Que maravilhoso esse post,Moniquinha! Adorei as fotos, flores ,toco, cadeirinha e cama...E claro ,as artistas...Imagino como deve ter sido bom, comer comidinha bem caseira, fogão à lenha, coisa boa!!!beijos,bom te ver!chica
 
Ai que delícia. A felicidade se encontra nas coisas simples assim.
Coisa boa comer uma comidinha temperada com tanto amor e carinho. E ainda por cima com um visual desses.
Beijinhos
 
Que lindeza de lugar Mônica!
Bjs.
 
Mônica de Deus! Como é que se tem um jeito tão
simples e tão lindo de falar de coisas tão lindas e tão simples! Você sabe escolher, "à pinça", com
toda a sua delicadeza o que há de mais delicado.
Começa tranquilamente, falando de um passeio a um sítio e vai nos mostrando fotos lindas (mesmo na seca), os cômodos da casa, com a simplicidade dos móveis, da linda cadeirinha, de um gostoso toco, e aí emos as tias protagonistas dessa bela
história tão bem ilustrada.
Adoro vir aqui, amiga
Aqui, tem vida e amor.

Bom domingo, prima
Beijinhos
 
Quinquinha, que privilégio o seu, poder saborear uma boa comida feita em fogão de lenha, que delícia! Gostei de saber do seu pilequinho, kkkk, todo mundo já tomou um não é mesmo? Gostei de conhecer suas simpáticas e amadas tias.

Bom domingo, beijos.
 
Oi amiga, adoro quando você me visita. Diz para a sua mãezinha que é muito bom saber que ela gosta das notícias do Cafezinho das Cinco.
Também gosto de fazenda,da simplicidade e do contato com a família. Este post mostra o que verdadeiramente são as jóias que temos na vida.
Lendo o seu perfil, você não sabe o que descobri. Conheço a sua cidade, meu tio tem fazenda aí em Santo Antônio. A família da minha mãe é de Lavras. Depois de conto mais detalhes. Tome um cafezinho com pão de queijo por mim. ADORO!!!!
Bjs!
 
Nossa amizade é um mundo de encantos,por isso temos que ter capacidade de amar infitinamente.
Creia a amizade é um fio que liga nosso coração em qualquer parte do mundo.
Só podemos ter certeza que não estamos passando pela vida inultimente se não perdermos a capacidade de amar.
Sou muito feliz por ter sua amizade, é isso que me da a certeza de um amor lindo e incondicional.
Uma abençoada semana!
Bjs no coração.
Evanir
 
Oi Monica,que delícia ler seu texto,cheio de ternura e amor,,,
Que lugar mais gostoso,o tempo passa bem rapidinho qdo estamos num lugar assim ,cheio de calor humano e com a natureza....
Amiga parabéns por este carinho que sentes pelos familiares,és de uma simpatia impar,,,,
Amei sua forma poética de escrever...
Amei aquela varanda,o coqueiro bailando ao vento,as flores,a rosa branca que já fora bela mas humildimente deixa cair suas pétalas obediente a natureza,o toquinho chamativo,a casinha de passarinho com muita criatividade,a cadeirinha encostada na porta,a cama de um jeito simples mas aconchegante de frente a janela convidando para apreciar a natureza e o solzinho que entra atraves dela e finalizando as autoras da história,,,,
Querida amei tudo que li,vi e senti nesta postagem,,,
Beijo gde ,,,,
 
Quanta delicadeza ao descrever coisas tão singelas. A gente complica tanto a nossa vida e você nos ensina que é tão simples ser feliz.
Estava com saudade de você
Um beijo carinhoso.
 
Mônica, sua linda!

O post já está lá no ar, viu?
Espero que goste!

Muito obrigada por nos alegrar com sua presença em nosso novo blog, ficamos muito felizes!

Que seu dia seja lindo e que você tenha uma ótima semana!

Beijo grande!

San
 
Sentimentos que misturam sangue com flores. Visitas assim queríamos que ficasse para sempre em nossas casas e corações.

Beijos, Mônica.
 
Muito bonito de se ver e ler.
A felicidade está nessas coisas simples que nos envolvem.

Beijos
 
Que delicia de passeio amiga,foi um prazer conhecer suas tias.

Um bom dia pra vc.

beijooo.
 
Minha mãe sempre dizia que o tamanho da casa é medido pela quantidade de amor que cabe nela. Não sei se a frase é dela ou se escutou de alguém, mas como ela, essa frase sempre me vem a mente quando vejo pessoas zelando por suas casas e aqueles que a habitam. Fogão de lenha com uma chaleira sempre com água quente pronta para passar um café fresquinho, era assim na fazenda do meu avô e não sei, lendo o seu post senti o cheiro daquele lugar. Será o pão de queijo? (rs*)
Boa semana! Beijus,
 
Ola Monica!

A simplicidade de uma casa de fazenda é que deixa lembranças!
Que pena essa seca mas as florzinhas mesmo assim estao resistentes e lindas!Imagine quando a tao desejada chuva chegar!Elas ficarao mt mais sorridentes!

Beijos enorme para as tres meninas!

Ate mais minha linda!
 
Oi Mônica...quanto tempo...ando meio enrolado, mas tentano retribuir os comentários...
Fico contnte de ver essas fotos..elas lembram simplicidade, assim, dessas que a gente não quer tirar do coração...pois são essas lembranças que autenticam a nossa passagem por esse nosso mundão...
Um abraço na alma...
Bjo
 
oi Monica,


Pena que o tempo acabou!
Não o tempo nunca acaba, fica sempre dentro do coração. Lindo post.

Abraços
 
Mês de Agosto em Portugal é muito corrido então tenho andado afastado de meus amigos blogueiros. Daqui em diante vou ter mais tempo para comentar. Parece ironia me queixar de falta de tempo porque sou aposentado. Mas acontece comigo!!!
Adorei o post. Lindos como sempre. A Natureza e a Família sempre presentes. Este blog é um lugar onde se sente felicidade e que nos faz felizes. Parabéns!

Jorge
 
Vim lhe fazer uma visita. Seu blog é maravilhoso, Parabéns! E também lhe convidar para conhecer meu blog.
Que Deus lhe abençoe Sempre!
Vera
 
VIAJAR PELO MUNDO
E TIRAR DESSAS AVENTURAS LIÇÕES
QUE AMPLIAM SUA VISÃO DE FELICIDADE.
OU FAZER UMA VIAGEM DENTRO DE VOCÊ MESMO
VERÁ QUANTO VOCÊ PODE SER FELIZ
COM O AMOR QUE EXISTE DENTRO DE VOCÊ.
E SER FELIZ FAZENDO FELIZ A TODOS AO SEU REDOR.
UMA ABENÇOADA NOITE
PAZ AMOR E LUZ.
BEIJOS O CORAÇÃO.
EVANIR
 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Assinar Postagens [Atom]